DETONATube | Youtube Plays 16

Gols, Paraná 1 x 2 Criciúma – Brasileirão Série B 12/11/2016

Curtam nossa página: http://www.facebook.com/LeandroSportsVideos

Era preciso a vitória, mas a ameaça de rebaixamento acabou
Apesar da derrota, com 40 pontos, o Paraná está livre de queda pela derrota do Bragantino para o Vasco da Gama, por 2 a 1.
A missão do Paraná era vencer para afastar, matematicamente, a ameaça de rebaixamento. Mas jogou mal e perdeu para o Criciúma, por 2 a 1, em pleno Durival de Britto, na Vila Capanema, em Curitiba (PR), nesta tarde, pela 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Apesar da derrota, com 40 pontos, o Paraná está livre de queda pela derrota do Bragantino para o Vasco da Gama, por 2 a 1. O Criciúma atingiu os 50 pontos em posição intermediária.
Nas últimas duas rodadas, o Paraná vai cumprir tabela contra o Ceará, dia 19, em Fortaleza, e depois em casa diante do Tupi. O Criciúma vai tentar somar pontos contra o Vasco da Gama, em casa, no próximo sábado, e depois fora diante do Paysandu.

MUDANÇAS NOS TIMES
O técnico Roberto Fernandes, contratado para tirar o time do rebaixamento, entrou em campo mais forte. Três jogadores voltam após suspensão – o goleiro Marcos, o lateral Leandro Silva e o atacante Lúcio Flávio – e o meia Nadson retorna após recuperar-se de contusão.

Sem chances de classificação e sem vencer há cinco jogos, o técnico Roberto Cavalo aproveitou para testar o time com três zagueiros: Raphael Silva, Nathan e Diego Giaretta. Com o time sem pressão ele espera repetir a vitória em casa por 3 a 1 no primeiro turno.

Quem saiu na frente foi o visitante. Após cruzamento Rafael Carioca tentou afastar, mas deixou a bola nos pé de Bruno Baio. Ele bateu de chapa e no alto: 1 a 0, aos 10 minutos. O Paraná demorou para acordar, mas quase empatou aos 26 minutos. Nadson chutou de fora da área e a bola pegou na trave esquerda.
Em seguida o time da casa perdeu o volante Anderson Uchoa , machucado, substituído por Wellington Reis. Aos 33 minutos Fernando Karanga perdeu uma grande chance ao tentar dar um toque por cima do goleiro Luiz. Mandou para fora. Três minutos depois, após bate-rebate na área, quase que Bruno Baio faz outro para o time catarinense. O chute foi desviado. O Paraná não jogava bem e deu sorte aos 42 minutos, quando Diego Giaretta cobrou falta com força e a bola explodiu no travessão.

EXPULSÃO ATRAPALHA
No segundo tempo o Paraná voltou disposto a impor mais velocidade. Naquela altura, com a derrota do Bragantino para o vasco, por 2 a 1,, não corria mais risco de descenso. Mas logo aos três minutos Fernando Karanga foi expulso por reclamação. Levou o amarelo, xingou o árbitro e recebeu o vermelho.

Mesmo jogando mal o Paraná empatou aos 24 minutos. Nadson cobrou escanteio em curva e Leandro Silva deu um peixinho e no alto. Mas aos 28 minutos, Pitty segurou e empurrou Bruno Baio na área e perto do árbitro, que marcou pênalti. Na cobrança, Roberto deslocou marcos e fez 2 a 1 para o Criciúma.

Dois minutos depois, Lúcio Flávio dividiu com o goleiro Luiz e foi advertido pelo árbitro. Continuou reclamando e também foi expulso. Paraná ficou com dois jogadores a menos e foi para o abafa. Mas não mudou o placar. Deu tempo de Giaretta ser expulso pelo lado do visitante.