DETONATube | Youtube Plays 21

Santos 3 x 2 Vitória, Melhores Momentos – Série A 17/11/2016

Curtam nossa página: http://www.facebook.com/LeandroSportsVideos

Santos bate o Vitória na Vila e mantém vivo sonho do título. O Santos venceu o Vitória por 3 a 2 nesta quinta-feira, na Vila Belmiro, em jogo válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, e manteve o sonho do título vivo. Os gols santistas foram marcados por Copete, que abriu e fechou o placar, e Ricardo Oliveira, de pênalti. Marinho, também de pênalti, e Serginho, nos descontos da partida, marcaram para o time baiano.

A vitória contra os baianos faz o Santos voltar para a segunda colocação do Brasileiro, com 67 pontos ganhos, ultrapassando novamente o Flamengo, que na quarta havia batido o América-MG. O Vitória, por sua vez, entra na zona de rebaixamento, na 17ª colocação, com 39 pontos ganhos.

O Santos aguarda agora o jogo do Palmeiras contra o Atlético-MG para saber como ficará a diferença para o líder.
Ao conquistar os três pontos contra o Vitória, o Santos enfrenta o Cruzeiro, neste domingo, às 17h (de Brasília), no Mineirão, em jogo válido pela antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro. O Vitória recebe o Figueirense, no Barradão, no mesmo dia e horário.

Que foi bem: Copete é decisivo novamente
O atacante Jonathan Copete foi decisivo novamente. Além de puxar bons contra-ataques e dar passes para finalizações dos companheiros, o colombiano abriu e o fechou o placar da vitória do Santos. Ele já havia garantido as vitórias santistas contra Palmeiras e Ponte Preta.
Quem foi mal: Marcelo dá liberdade a Lucas Lima e é barrado

O volante Marcelo deu bastante espaço ao meia Lucas Lima e só correu atrás do santista no primeiro tempo. Foi substituído no intervalo da partida.

Sem cansaço, Lucas Lima não decepciona como ‘maestro’
O meia Lucas Lima, que ficou como opção de Tite no banco de reservas da vitória do Brasil contra o Peru, na madrugada da última quarta-feira, não demonstrou cansaço da viagem. O camisa 10 comandou a equipe santista em campo. Ele deu assistência ao gol de Copete e também aplicou outro lindo passe ao colombiano, que sofre o pênalti na sequência. Ricardo Oliveira na cobrança fez o gol. Além disso, Lucas Lima acertou uma bola no travessão.
O técnico Dorival Júnior optou por manter a estratégia que garantiu a vitória do Santos contra a Ponte Preta – com a entrada de Yuri na zaga – e deu certo. A equipe santista se destacou pela saída de bola, devido a técnica do ex-volante do Audax, e pressionou o Vitória. Foram três chances claras de gols só no primeiro tempo. Em uma delas, abriu o placar com Copete. No segundo tempo, a equipe santista sofreu o empate em cobrança de pênalti de Marinho, mas desempatou, também de pênalti, com Ricardo Oliveira, cinco minutos depois.

Vitória descarta retranca e abre espaços ao Santos
O Vitória, precisando vencer para fugir do rebaixamento, não ficou atrás da linha da bola. Pelo contrário, tentou marcar o Santos na frente no início de jogo, mas depois cansou. No entanto, a equipe de Argel abriu espaços ao jogar com velocidade no ataque, principalmente com Marinho, e deu contra-ataques ao time da casa. O clube baiano até marcou seu gol no segundo tempo, mas não teve forças para evitar a derrota.
Yuri cumpre papel designado, mas comete falhas

O volante Yuri cumpriu bem o papel de ajudar o meio-campo na saída de bola, mas falhou ao colocar a mão na bola e dar pênalti ao Vitória, que empatou o jogo no segundo tempo. O zagueiro improvisado também sofreu cartão amarelo ao derrubar Marinho. Foi o terceiro dele e, por isso, não joga contra o Cruzeiro.

Santos reproduz milésimo gol de Pelé
No intervalo do jogo, o Santos reproduziu o milésimo gol de Pelé. Um sósia do Rei do Futebol bateu o pênalti na Vila Belmiro, com um goleiro vestido com uma camisa semelhante à de Andrada, o goleiro Vasco na ocasião. No meio do campo foi estendida uma faixa com os dizeres: “Eterno Rei”. O milésimo gol de Pelé completa 47 anos neste sábado, dia 19.

Ficha Técnica
Santos 3 x 2 Vitória
Data e horário: 17/11/2016
Local: Vila Belmiro, em Santos-SP
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Público: 9258
Renda: R$ 260.390,00

Gols: Copete aos 35 minutos do primeiro tempo e aos 38 do segundo tempo e Ricardo Oliveira aos 35 do segundo (Santos); Marinho aos 16 minutos do segundo tempo (Vitória)

Cartões amarelos: Yuri, Thiago Maia e Ricardo Oliveira (santos)

Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Noguera, Yuri, Zeca; Thiago Maia, Renato (Léo Cittadini), Lucas Lima, Vitor Bueno (Lucas Veríssimo), Copete; Ricardo Oliveira.
Dorival Júnior.

Vitória: Caíque; José Welison, Kanu, Victor Ramos e Diego Renan; Willian Farias, Marcelo (Diogo Mateus) e Cárdenas; Marinho, Euller (David) e Kieza.
Técnico: Argel.